terça-feira, 14 de setembro de 2010

Como nasce um samba: Renascer das Cinzas

Após um ano em que a Vila Isabel fez um péssimo desfile e caiu para o 2º grupo, Martinho da Vila e outros integrantes da escola foram ter com o então governador Chagas Freitas.

O intuito do encontro era convencê-lo a manter a Vila na elite das escolas de samba e o argumento utilizado era que em Vila Isabel o político tinha muitos votos. Motivos apresentados e, após ouvirem do próprio Governador que o desfile fora mesmo muito ruim, armou-se uma virada de mesa e, naquele ano, nenhuma escola caiu.

Fato é que, no bairro de Noel, muita gente não gostou da história e preferia que a Vila voltasse para o 1º grupo por seus próprios méritos.

No ano seguinte, os ensaios começaram, contudo o clima de desanimo ainda reinava em Vila Isabel e o povo não queria saber de participar. A lembrança do fiasco no carnaval anterior deixava a quadra vazia.

Vendo essa situação, Martinho resolveu organizar um grito de carnaval com feijoada e compôs um samba para alegrar a comunidade. Para o compositor, a Vila tinha morrido e era preciso “renascer das cinzas”.

O samba foi lançado na quadra, onde o povo cantava e chorava de emoção ao ouvir a canção sendo cantada pela primeira vez. A partir daí, as pessoas voltaram a participar e tudo voltou ao normal em Vila Isabel.

Abaixo, o áudio (retirado do youtube) de Renascer das cinzas, música de Martinho da Vila lançada no clássico álbum CANTA CANTA MINHA GENTE de 1974.

2 comentários:

  1. Maravilha de post meus parabéns! Essa é mais uma que vai para os papos antes da roda de samba.

    ResponderExcluir
  2. Valeu meu camarada. Continue acompanhando, participando e,se possível, divulgando.

    ResponderExcluir